segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Over Again

Passei um tempo perdida, juntando os cacos do chão, refazendo minha rotina, minha vida. Tentei encontrar nos outros a emoção que não mais encontrava em mim, relendo as palavras que antes me inspiravam, invejando aquele dom de amar por entre as linhas de um papel em branco.
Mudei; mas parecia a mesma, coloquei meus óculos; mas parecia que eles embaçavam ainda mais minha visão. O que estava acontecendo comigo? Eu não sei, mas a roda da vida continua girando. Eu continuo mudando e sei que não vai parar por aí. Sinto um frio de leve congelando meu coração, parando aos poucos, luto tentando mante-lo aquecido, com outros amores talvez, mas não pareci ser o suficiente.
Mantenho me firme como sempre, meu porto seguro está sempre ali quando eu precisar, será? Fico olhando de longe aquele céu escuro e amplo e imaginando quando poderei desvendá-lo, encontrá-lo, aquele amor sem nome, sem endereço, do outro lado do oceano.
E nessas horas eu me encontro e lembro que a única coisa que ainda não mudou em mim é a vontade de sonhar.

                                                                                                    Andressa S.A

Um comentário:

  1. E se o sonho permanecer, a vida continua. A conquista virá com esforço, com muitas visões e ilusões. Embaciadas ou não. Um dia conseguirá ver e sentir...
    Fantástico post! Obrigado por partilhar :)

    ResponderExcluir