terça-feira, 12 de outubro de 2010

Uma Rosa com Amor

Estávamos lá só nós dois e o resto do mundo procurando resposta pra tudo, seja como for não deu muito certo, nossas aflições nos uniu de uma forma que não consigo compreender. Até hoje me lembro de tudo que passamos, era pra ser tão simples e se tornou esse furacão de mentiras em que fomos assassinos e vitimas ao mesmo tempo.
Enganamos, mentimos, e só depois percebemos que o amor de que tanto falávamos era mais que verdadeiro e real. O amor que lutou sem resposta, sem pedir nada em troca, paciente e gentil. Nunca algo havia me tocado dessa forma, fico assim meio bobo e desajeitado ao seu lado esperando uma resposta sua. O que eu faço agora?        
Rosa, minha flor perdoe-me por tudo que te fiz sofrer com a minha arrogância e frieza. Sou um imbecil e só agora posso declarar todo o amor que sinto por você, pois apreende a te amar e se não fosse você eu nunca saberia o que é a felicidade. Dedico a você esta Rosa com muito Amor.
                                                                                                         
                                                             Andressa S.A

2 comentários: